quarta-feira, fevereiro 15, 2006

A tempestade

"Venha, me de a mão. E vamos para um lugar, onde não ha solidão”. ---------------------------------

Um dia. Uma tempestade.

Uma vida.Uma poesia

Esta só? ---------------------------------

Tempestade A tanto o que pensar Os trovões Anunciam a tempestade Como resolveria Supostos problemas Se não se sabe O que enfrentar Hoje só gostaria De um bom lugar Para encostar minha cabeça E descansar Esquecer de tudo A vida agora Em rimas pobres Momentos Não tão nobres E chove lá fora O silencio de um canto Esta tudo Em preto e branco Nessa tarde Chuvosa Fechando os olhos E descansar por ora De quando acordar Ter a esperança Que a tempestade Foi embora. ----------------------------------------

~~abra os olhos...

4 comentários:

Steh** disse...

Oie! Adorei... e prometo que vou sempre passar por aqui! Sevc puder, passa no meu blog tmb, eu coloco os meus textos lá...

Bjok'xxxx
Incontestavelmente eu**

Isa disse...

Oi Dan! Entaum... seus pensamentos te deram essa poesia?
ficou muito interessante... pena q meus pensamentos naum revelem essas formas...

T amo mto!
Beijos



SAUDADES

jon disse...

muito foda dan!
gostei dessa cara :}
abraço ae mlk
;x

kas de novo disse...

daora cara!!!

ausehuahseuas q estranho coisas nao zuadas de vc ahahahha, toda vez q agente se fala é só merda q sai ahahhaha

daora, daora!!