quinta-feira, setembro 25, 2008

Bom

Quem é que quer um pouco mais de palavras?
Tenho algumas guardadas na manga.

Costumo utilizá-las, em momentos oportunos
Como por exemplo,
Bom dia.

A mesma paz que carrego comigo
é o caos que me persegue

Da vida, faço que sei
o resto, eu improviso

Uso do lixo, minha sexta de basquete
Para arremessar
Pedaços de contradições

Confesso que, isso nunca foi meu forte

Vejo a poeira, sobre minhas coisas
Sobre alguns dos meus sentidos

Estou farto de dizer, o que um dia
Sempre disse

Parece que nunca aprendo
Mas também nunca me arrependo

De ter guardado
Algumas contradições amassadas
No meu bolso

De manha acordo
Espreguiço
Lavo o rosto

Minha voz sai baixa
Meio rouca e mansa

Começo meu dia
Tirando algumas palavras da manga

Como por exemplo,
Bom dia.

8 comentários:

Monique Helen disse...

Adorei!

Uma hora quero te mostrar uma poesias que compus!

About a Girl disse...

Dan?..
É seu?...Fazia tempo que não lia nada que fosse tão "Bom".

About a Girl disse...

Ah...About a Girl não sou eu realmente!...Nem sei de quem é esse blog que aparece com meu nome! HÁ

dªn disse...

o moço que escreve maravilhas! reencontrei.

dªn disse...

ah, sou eu! a dan (ploc) do ''falecido'' prililifobia. e te adicionei no orkut, beijao!

Bárbara disse...

Você sempe se dá bem nesse jogo de jogar contradições numa poesia.

Parece muito com algo que já li aqui antes. Mas talvez seja impressão minha, ou talvez só sua mente cansada das coisas não novas. Ou talvez não, sei lá.

"Confesso que, isso nunca foi meu forte" hahah quão irônico senhor Dan. tipo um dom. dá certo se você passar sempre pelos mesmos empecilhos chatos.

Eu poderia tentar mais, mas eu não sei o que você vê, pois em meu coração, vce está tão certo desses costumes. é apenas um empecilho.

ok, beijos! eu já disse o suficiente que não diz nada haha :*

Anônimo disse...

Bom, de tão BOM ,nem me atrevo a comentar...prefiro continuar lendo as outras e deixar aqui so um aviso importante...continue sempre iluminado e iluminando...bjs cássia...ah nao é a toa que e filho da Lia.

CelyLua - O blog das Letras disse...

Nobre poeta Dan,
Suas palavras são realmente uma junção de verdades...adorei! Em todos fragmentos sinto tua sensibilidade através destes belíssimos versos que invade a alma sem precisar pedir...isto é fantástico! Tua inspiração é divina...recheadas de determinações que certamente faz parte do cotidiano. Em outras palavras, descrever em letras um pensar é totalmente merecedor de reverencia.
Parabéns e aplauso!
Deus abençoe sua sabedoria e entendimento infinitamente.

Desejo pra ti e teus familiares “UM FELIZ NATAL E PRÓSPERO ANO NOVO!”

Carinhosamente,

Cely Cavalcanti.