sábado, julho 08, 2006

Telespectador da Realidade

"Até o fim com a liberdade"

.............

"Olhe ao seu redor...

Alguma hora, todo mundo tem que aprender..."

-------------------------------------------------------

Telespectador da Realidade

Um pedaço de detalhe

Alguns rostos tristes pelos cantos

E certos não ligam para o tempo

Mesmo sabendo que já é tarde

É apenas tarde

Eu sei que aquele garoto fumando

Está pensando nela

Seus amigos se divertindo

E a garota quer saber

No que o garoto estaria pensando?

Alguns papéis perdidos no caderno

Para ser esquecidos

Um pedacinho cortado

Meio remendado

Dizendo aquela frase

Mas quem liga?

Ontem já é tarde

Vejam aquele casal em alta velocidade

Não sabem que o fim está na próxima curva

“Não reduza”

Até o fim com a liberdade

Telespectador da realidade

Estranho não ver uma foto sua

Na minha instante

Foi como um relance

Mas sei que não foi um detalhe

Não ligo para o tempo

Talvez ainda não seja tarde

Encontrar o tempo perdido

Lembrar o que foi esquecido

Não mais um telespectador

Ser seu ator principal

No seu palco da realidade

Pois não é tarde

Não é tarde...

-----------------------------

Olhe ao seu redor...

7 comentários:

Fernanda disse...

Nossa Dan...
pois eh.. nao eh tarde...tempo perdido...
hum.. ´por acaso vc escreve pra mim?hahaha como consegue escrever as coisas q eu penso?... "Vai saber
Se não era pra ser mistério"
pois eh...
te adoro muitao...
lindo, lindo, lindo... como td q vc escreve!

Belle disse...

nossa... sem palavras Dan... *emocionada*

pá disse...

nossa. nossa.

Doug disse...

É impressão minha ou seus poemas estão cada vez mais Atemporais. ? ainda bem que eu sei que você vai pra lá e sabe o caminho devolta.

Cássia Vicente disse...

Oiii...sou Cássia, amiga da Lia, nossa adorei te ler...cara escreve muito bem!!!
Não sou mais uma telespctadora, agora sou atriz principal da minha realidade!!!
beijos poéticos pra ti!

Cássia Vicente disse...

Oiii...sou Cássia, amiga da Lia, nossa adorei te ler...cara escreve muito bem!!!
Não sou mais uma telespctadora, agora sou atriz principal da minha realidade!!!
beijos poéticos pra ti!

Thathá disse...

Mto único esse seu talento!!!!