sexta-feira, abril 18, 2008

Danificando

Não queria, não devia, e não tinha paciência pra escrever sobre esse assunto, que de uns dias para cá, veio estreitando, eu deixava pra lá, mas ele veio crescendo do meu lado, e eu nem ligava.
De fato não ligo, mas hoje não deu, não gosto de escrever algum tipo de texto nesse impulso, só pra descarregar, por que de fato, não me engajo mais em discussões como estas, pois o fator convencer e convencido eleva a discussões calorosas e acabam perdendo o sentido, já que grande maioria de quem discursa sobre esse assunto não está preparado pra levar cabo de nenhuma conclusão.
E qual seria esse assunto? Hábitos alimentares. Sim, esse assunto, que sempre preferi que ficasse nas mãos e nas bocas de nutricionistas e pessoas que entendem sobre isso, tomou um pouco de minha indignação esses últimos dias, pelo simples fato desse assunto ter virado uma revolta. Seus hábitos alimentares refletem algo bem maior, que escapa da sua cozinha, do seu sabor, do nutriente, do seu prazer pela refeição, ela atinge um grau mundial e, claro, o pior de todos, atinge um grau Social.
Pessoas estão começando a se dividir, a tratar outros com modos alimentares de maneira diferente e elevar o grau de racismo por outras pessoas, julgando o que ela comem.
E isso é, no mínimo, infantilidade.
Pois enquanto pessoas discutem sobre o que comem, e o que deixam de comer, outras tantas, comeria qualquer coisa, pelo simples fato de não terem nada pra comer.
Mas que infelizmente essas outras tantas hoje, estão sendo consideradas menos que animais.
Um exemplo disso é a ridícula e patética luta entre vegetarianos e onívoros. Diga-se de passagem, que para mim ainda acredito que todos sejam seres humanos. O que deveria ser uma causa consciente e ecológica se transformou em um meio de interação social e um modo de se fazer parte de uma exceção. Isso prejudica quem realmente acredita na causa e na idéia. Ignorância chega a ser tanta, que o tom de superioridade não foge ao tom de voz.
Isso se submete que, antes de educar quem é de um habito alimentar diferente (ainda me sinto um pouco ridículo falando isso) deveria educar ideologicamente quem possui o mesmo habito alimentar para não pôr por terra tudo que acreditam e tudo o que foi erguido até hoje.
O extremismo, desde sempre, foi ruim. Às vezes na historia necessário, mas nos dias de hoje, esse não é e nunca foi um meio.
Talvez se as pessoas acreditassem no equilíbrio, de quem tudo faz parte de um ciclo e que estamos aqui de passagem. Que o todo não se dividi, e que a idéia de Um é constante, mas que vocês fazem questão de separarem, de julgarem uns e os outros. Tenho vergonha e um pouco e indignação disso tudo.
Eu creio nisso. Essa é minha idéia.
O consumo de carne está desenfreado?È uma coisa que fugiu do controle? Sim, não tem como não concordar com isso.
Ironicamente, se não fosse por isso, e pela pecuária os bois que tanto são defendidos já teriam sido extintos.
Abolir, e julgar quem o faz como inferior? Como assassino? Não creio nisso. Acho que está faltando um pouco de humildade e humanidade por ai. Esse nunca foi um modo de levar nenhum tipo de ideologia. Não existem inimigos nessa causa, por mais que vocês queiram. Estamos no séc. XXI.
Não quero julgar nenhum dos dois lados em especial. Mas o que vejo acontecer é patético.
Não acho certo, os maus tratos com os animais, não defendo a caça esportiva, não acho legal, os animais morrerem de forma massificada pra suprir, o que superou o fato de ser necessidade e se tornou questão de gosto e etiqueta em restaurantes. Por isso, Vegetarianos e carnívoros de verdade, digo de verdade, pois irei aqui ignorar indivíduos infantis que querem disseminar sua ideologia de forma infantil e arrogante.
Equilíbrio, claro, existe exceções existem gostos, motivos e motivos para escolher uma opção alimentar, mas a burrice de entrar em conflito por essa questão não deveria ser uma opção.

6 comentários:

Bárbara disse...

É uma discussão que não leva a lugar nenhum se nenhum dos lados respeitar.

Sempre terá julgamentos e frases de efeito contrário. Chato é ter que aceitar o fato de que, se eu for vegetariana, tenho que fazer o outro ser tbm. ou se eu for onívora tenho que mudar o outro tbm, isso é o que mais torra a paciência. NINGUÉM PRECISA SABER. pronto.

mas não, o ser humano é estúpido e egoísta o suficiente a ponto de se achar sempre superior e não ficar feliz com a consciência que escolheu seu hábito alimentar.

a verdade é que já deu no saco.
a única coisa que precisamos aprender é a respeitar.

J disse...

O vegetarianismo deve vir como um consientização de tais habitos alimentares, não vejo como uma revolução, ou uma causa a ser defendida, não existe o errado, apenas a consientização do que acontece para você se alimentar.
Nada mais.

Soraia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Soraia disse...

Rs.. Sabe Dan... ao ler isso me peguei pensando em algo interessante... por exemplo em como é impar discutir comida, qdo algumas vezes nao se pensa por fome...
Rs... isso é bom em vc... vc faz ir e voltar e qdo se olha... se vê q o ciclo continua sendo vicioso..
Soraia

Thathá disse...

Eu penso assim: veja como é feita a sua comida! Vc se sente bem? Beleza! Se sente mal? Nao coma! Ngm é um monstro por isso!! Se eu tivesse coragem de caçar, comeria!! Mas meu...admiro quem encara os fatos, quem vai pesquisar e arca com isso, independente da decisao que tome!!!
Mas o fato é q discutir isso é como discutir futebol: perda de tempo!!!

Ivan Cardozo disse...

Só para constar, se ninguem comesse carne não haveria pessoas passando fome e nem ficando sem água no mundo, e nem sem ar..... pq???? principal causa do desmatamento da amazonia é gado, 90% da soja produzida no Brasil (quantitade suficiente para alimentar toda nossa população) é vendida para a europa para virar ração de gado, um boi consome muito mais agua q um ser humano e emite muito mais gases poluentes para a atmosfera, ou seja a carne como forma de se alimentar nada mais é do que alimento à industria de gado e esses coronéis do nosso senado, latifundiários sem vergonha..... por esses motivos eu boicoto a carne...... pois dentro disso os animais viraram mercadoria, simples produto com fim financeiro, isso já foi feito conosco por isso estamos repetindo...... froyd explica....